Como otimizar uma loja virtual para vender mais?

Os melhores resultados e o aumento nas vendas quando tratamos do e-commerce surgem com o acesso de clientes qualificados a partir de ferramentas e recursos que proporcionam facilidades para o alcance do público-alvo. Neste sentido, é preciso preparar todo o caminho que poderá ser seguido pelo cliente em potencial, cuidando para que o resultado final seja o que ele próprio está buscando, além da venda concluída.

É grande a concorrência ao considerarmos a atração de potenciais clientes provenientes dos mecanismos de busca, de onde estes partem em busca de seus objetivos e conquistas na internet. Assim, é preciso cada vez mais trabalhar para estar em evidência num mundo que oferece tantas opções de escolha, construindo um ambiente propício para a eficácia que esperamos em uma loja virtual.

Dicas de otimização da estrutura

1 – Navegação amigável e intuitiva

Disponibilizar uma categorização de todos os produtos, com uma navegação que trará uma experiência positiva ao consumidor, levando-o a encontrar o que busca em sua loja virtual de modo intuitivo, irá facilitar o clique no botão comprar e animá-lo a voltar outras vezes. Além disso, essa experiência pode fazer com que o cliente recomende seu site para os amigos na redes sociais.

2 – Um site que carregue rapidamente

É preciso cuidar do modo que a estrutura e a rotina de scripts são carregados no site para que não haja lentidão e assim prejudique o posicionamento em mecanismos de busca, em especial no Google. O desenvolvimento do site precisa ser pensado e planejado neste sentido. Importante salientar acerca da escolha do servidor de hospedagem, que deve ser definido pensando no desempenho e não apenas no preço.

3 – Design responsivo

Com o aumento do uso de smartphones e tablets, o acesso aos sites nestes dispositivos precisou ser repensado para facilitar a navegação. Um design responsivo, isto é, que se adapta aos diversos dispositivos, já não é apenas um diferencial, mas sim uma necessidade para quem quer ter resultados satisfatórios em vendas.

4 – Considere a segurança

O cliente já está atento para que não caia em artimanhas de indivíduos mal intencionados, que através do engano geram prejuízo no ambiente virtual. Assim, a confiança gerada por meio de um ambiente seguro, por meio da encriptação HTTPS, é obrigatório para assegurar ao cliente a proteção de seus dados.

5 – Verifique as páginas com erros

Em um site que novas páginas são criadas e novos recursos adicionados constantemente, precisamos considerar a possibilidade de erros que surgem, seja na exibição do conteúdo ou na rotina de programação. Utilize ferramentas disponíveis na web para a verificação destas páginas e realizar a devida correção.

Dicas de otimização de conteúdo

1 – Descrição personalizada para cada produto

Páginas com descrição duplicada recebem punição por parte do Google, gerando perda na indexação e no posicionamento de busca. Muitas vezes utiliza-se a mesma descrição para agilizar o processo de cadastro, mas os melhores resultados só podem ser esperados a partir de um cuidado na descrição específica e personalizada para cada produto, produzindo relevância a cada página de acordo com o produto disponibilizado.

2 – Links internos

A criação de links internos, que conectam as páginas de seu site, especialmente considerando a relação de uma com a outra, fará com que os mecanismos de busca entendam a relevância do conteúdo em questão.

3 – Manter seus produtos esgotados online

Caso retire o produto esgotado, o mecanismo de busca vai entender como página não encontrada e desconsiderar na listagem de busca. Se manter a página online, o seu site irá ter mais conteúdo, mais links, mais relevância, mas não esqueça de manter uma informação acerca do produto esgotado.

Dicas para atrair o cliente para a compra

1 – Imagens de qualidade

A imagem do produto em uma loja virtual geralmente é o ponto de partida para que o cliente tenha interesse em saber mais detalhes sobre as características e a qualidade do mesmo. Sendo assim, não pode haver um relaxamento quanto ao cuidado dispensado neste quesito, considerando sempre a qualidade das imagens apresentadas. É importante a edição das imagens, corrigindo imperfeições, tornando-as mais atrativas para o objetivo final, que é levar o cliente até a página do produto e decidir pela compra.

2 – Produtos complementares

Além dos produtos relacionados, que podem estar dentro da mesma categoria, apresentar produtos complementares, para que seja agregado à compra, pode se tornar um diferencial para aumentar as vendas e ao mesmo tempo satisfazer o cliente dentro dos interesses de compra que possui. Os produtos complementares criam uma sensação de necessidade e a tentação de satisfazê-la gera a decisão de compra.

3 – Conteúdo exclusivo

Geralmente o conteúdo, a descrição do produto, segue o manual técnico e dados informados pela empresa fabricante, tornando estas informações repetitivas e desinteressantes, até porque vários sites replicam estes dados da mesma forma. É importante a produção de conteúdo exclusivo acerca do produto, informando benefícios, facilidades, diferenciais e ainda agregar valor, para aumentar o interesse na compra.

Assim, diversos fatores precisam ser considerados para buscar um diferencial diante da concorrência já estabelecida na rede. Não apenas considerar o essencial na estratégia de marketing digital, mas também aquele algo mais que vai chamar a atenção, facilitando o acesso e produzindo interesse na compra do produto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *